Você não adicionou nenhum item ao seu pedido

Total: R$ 0,00

em 21 Out
  • Categoria: Aprendendo Sobre Café

O cheiro de café fresquinho, preparado na hora, é irresistível até para quem não é muito admirador da bebida. 


Mas saber saborear um bom café gourmet é uma habilidade que se aprende. Assim como o vinho, a cerveja e o chocolate, o café também requer um processo de degustação a fim de identificar suas características e estabelecer sua classificação.


A degustação da bebida revela sabores inesperados e sutis, possibilitando a identificação e a apreciação de cafés diferentes.


Pensando nessa explosão de aromas, preparamos uma série de dicas de como fazer uma degustação de cafés em casa. Neste breve tutorial, você ver um passo a passo completo, com os principais aspectos que vão te ensinar a apreciar como um profissional.


Confira!

Tudo o que você precisa saber para a degustação de café 


A degustação de café é uma prática comum que a indústria utiliza para identificar, medir e controlar a qualidade dos grãos. 


O café é classificado em uma escala de 0 a 100, conforme a classificação da Associação dos Cafés Especiais (Specialty Coffee Association – SCA). Esta nota considera diversos aspectos do produto, como fragrância, sabor, acidez e uniformidade.É exatamente a classificação de café a responsável por definir os parâmetros de qualidade envolvidos em cada microlote ou saca.


Os cafés superiores devem alcançar pontuação igual ou superior à 80. O café tradicional produzido pelas grandes indústrias possui pontuação inferior exatamente por resultarem de produção e manejo pouco minuciosos.


Há as seguintes pontuações para classificar as amostras:


- 85 pontos ou acima – cafés especiais;

- 80 a 84 pontos – cafés especiais;

- 75 a 79 pontos – cafés comerciais finos.

- 71 a 75 pontos – cafés comerciais.


Além disso, a Associação é responsável por unificar internacionalmente as metodologias de avaliação. A principal diferença entre as metodologias é que a SCA se baseia essencialmente em critérios sensoriais, já que se trata de cafés especiais.


Mas para começar a degustar o café em casa, você não precisa ter conhecimento prévio sobre café, ter feito um curso ou ter uma coleção enorme de sabores diferentes. 


Você pode começar por exemplo com três cafés diferentes: um café espresso, um café de moagem fina (que vai no filtro) e outro de moagem grossa, usado em uma prensa francesa, por exemplo. Ou pode começar fazendo três cafés de três marcas diferentes.

Passo a passo para degustar o café


Primeiro, vamos a algumas orientações principais sobre a:


- Água - Deve ser filtrada e quente, mas não pode ferver;

- Moagem - Deve ser a mais adequada e apropriada para o método de preparo a ser utilizado;

- Proporção - De forma geral, são necessárias duas colheres de sopa de café para 6 litros de água;

- Frescura - Os grãos de café têm uma data de validade e a partir do momento em que os sacos de café são abertos, o aroma e o sabor do café mantêm-se inalterados por um período de sete dias.


Dica extra sobre moagem: Moa o café para uma xícara. Para testar um segundo grão, repita o procedimento, mas em outra  xícara. No entanto, antes disso, limpe bem o moedor para não ficar resquícios dos outros tipos de grãos.


Para a limpeza, moa meia colher de sopa de grão do café que será degustado. No entanto, essa moagem é jogada fora, e só a seguinte será aproveitada para provar. Essa ação, elimina os restos dos grãos de café que foram moídos anteriormente.

Passo 1: Escolher os grãos


Para degustar o ideal é usar “café em grãos” devido seu sabor estar mais acentuado e fresco após a moagem. Opte por grãos de café de diferentes regiões do país e do mundo (se puder) e tenha diferentes tipos de torrefação - clara, média e escura. 


Para realizar uma degustação de um café é necessário que tenha três ou quatro tipos de cafés. Apenas dois tipos de cafés não lhe darão a diversidade necessária para aprender todas as diferenças. 


Por outro lado, mais de quatro tipos de cafés também vão atrapalhar a descoberta de todos os sabores, o que fará com que seja mais difícil encontrar as discrepâncias principais.

Passo 2: Cheirar o café


Após o preparo, cubra quase toda a xícara com a mão, deixando espaço apenas para o seu nariz, e cheire o café. As propriedades aromáticas dos cafés são separadas em três grupos:


  • Aromas que lembram frutas, flores ou ervas comunicam propriedades enzimáticas.

  • Aromas que lembram nozes torradas, cacau, malte, cevada têm substâncias residuais de açúcar e são doces.

  • Aromas que lembram madeira, couro ou pimenta preta é típico do café mais torrado (o que não é necessariamente ruim).

Passo 3: Saborear o café


Em seguida, tome um gole grande de café. Deixe café na boca e não o deve engula. Ao deixar o café repousar na boca, entenda que cada parte da língua oferece um sabor específico, isto é: mais atrás, o sabor é amargo; no meio é mais azedo; nas laterais é mais salgado e à frente o sabor é doce.

Passo 4: Beber e degustar o café


Tome nota dos sabores que os seus sentidos reconhecem no momento da prova do café. Essas anotações incluem o aroma que recolhe depois de ter engolido o café. 


Alguns cafés têm um sabor mais afiado e forte, mas desaparecem nesse mesmo instante. Ao contrário, existem outros cafés cujo sabor continua na boca.

Passo 5: Fazer uma harmonização

 

Agora, beba o café junto com algum alimento (bolo, chocolate, queijo, etc) para sentir novas sensações. A dica é lavar a boca com água e comer outro alimento. 


Observe o sabor do alimento sozinho. Depois, beba uma nova dose de café e mantenha-a na sua boca. Se a associação for agradável, o sabor ganha vida na boca, o que proporciona uma experiência sensorial magnífica!

Passo 6: Repetir o processo


É importante treinar o paladar e repetir o processo em diversos momentos. Com a prática, as características de cada xícara se tornam ainda mais perceptíveis.


E então, pronto para sua primeira degustação? Na loja virtual ou no Empório da Brasitália você encontra as melhores seleções de grãos e utensílios para começar!


Compartilhe:

Comentários ()

Ninguém comentou ainda, seja o primeiro.

Escreva seu Comentário