Você não adicionou nenhum item ao seu pedido

Total: R$ 0,00

em 16 Out
  • Categoria: Aprendendo Sobre Café

Já sabemos que cadamétodo de preparo do café requer uma granulagem exata para extrair os sabores e aromas esperados. Isso porque, se a moagem do grão do cafénão for perfeita, sendo muito grossa ou muito fina vai resultar em bebida fraca ou mais forte e amarga.
 
Os termos – moagem grossa, fina, média, super grossa – são usados sempre para orientar a granulometria ideal do café para cada método de preparo. Mas, basicamente, quanto mais tempo a água ficar em contato com o café, mais grossa deve ser a granulação: o maior contato com a água extrai mais elementos totais do café, como os óleos essenciais do grão. Além disso, quanto mais tempo de contato com o pó, mais cafeína a bebida final terá.
Porém, quão grossa ou fina é a moagem para cada cafeteira utilizada? E moagem média, onde usar? Para facilitar, listamos o tipo de moagem do café ideal para cada método de preparo. Confira!

Tipos de moagem de café: veja o correto para a forma de extração escolhida

- Primeiro, vamos às nomenclaturas e às texturas das moagens do café:

Pulverizada ou Extra-fina - tão fina que parece farinha de trigo;

Fina - um pouco mais fina que o açúcar ou sal de mesa, mas ainda dá pra notar a diferença de grãos;

Média Fina - parece a areia branquinha da praia;

Média grossa - lembra trigo para quibe ou açúcar cristal;

Grossa - são partículas bem distintas de café, parecendo grãos de sal grosso.

 
- Agora, a moagem do café ideal para cada método:
 
Hario V60 – moagem média grossa (como açúcar cristal);
Prensa Francesa (French Press) – moagem média grossa, como trigo para quibe, ficando consistente e uniforme. Se o filtro entope e o café sai turvo, provavelmente o pó foi moído fino demais;

Cafeteira Italiana (Moka) – o segredo é utilizar uma moagem média fina (como areia fina) e tirar a cafeteira do fogo para parar a extração; 

Filtro de Papel ou Coador de Pano– moagem média fina, como areia;

Chemex – moagem média grossa, como açúcar cristal;

Clever – a Clever permite brincar com o tempo de infusão e com a espessura da moagem, fazendo bebidas diferentes. Mas, de forma geral, usa-se moagem média grossa, como açúcar cristal;
 
Aeropress – a Aeropress permite variar os tipos de moagem. Se gosta de um café mais intenso, pode usar uma moagem fina e deixar em infusão por um minuto e meio antes de pressionar o êmbolo. Caso contrário, utilize uma moagem mais grossa e diminua o tempo antes de extrair a bebida;
Pressca - Assim como a Aeropress, pode-se utilizar diferentes moagens. Mais intensidade, moagem mais fina; menos intensidade, moagem mais grossa. Só não use a extra fina;

Espresso – moagem fina, como areia;

Kalita Wave - para o preparo no Kalita Wave, é indicada a moagem média ou média-grossa, variando de acordo com sua preferência - café mais encorpado, moagem média; café mais suave, moagem média-grossa;

Globinho – moagem média grossa, como açúcar cristal;

Café Turco – esta é uma bebida que se caracteriza por ser espessa, resultado da infusão de grãos moídos a nível extra-fino, como farinha de trigo – é o chamado café pulverizado.

Se você vai moer o seu grão em casa, saiba mais sobre as características e diferenças entre os moedores de café. 

Gostou do conteúdo? Se quiser dúvidas sobre moagem, grãos e equipamentos, entre em contato com nossos especialistas pelo site ou redes sociais - Instagram no Facebook.

Compartilhe:

Comentários ()

Ninguém comentou ainda, seja o primeiro.

Escreva seu Comentário